História

O Seminário da Paraíba foi criado, juntamente com o colégio diocesano, pelo 1º Bispo da recém criada Diocese da Paraíba do Norte, Dom Adaucto Aurélio de Miranda Henriques, como primeiro ato canônico de sua posse, realizada no mesmo dia, 4 de março de 1894. Abre Dom Adaucto o seu seminário na própria residência episcopal, o Palacete do Abiahy, consagrando-o à Maria Santíssima Imaculada Conceição, sua particular devoção.

Inicialmente matriculados eram 14 seminaristas apenas, mas, três anos depois, já se contava 98 estudantes aspirando ao sacerdócio. A residência episcopal já não comportava mais. O Seminário é transferido para o Convento de Santo Antônio, tendo o Pe. Sabino Coêlho como primeiro reitor e o Pe Joaquim Antônio de Almeida como diretor espiritual (Este, mais tarde, veio a ser nomeado 1º Bispo de Natal – RN).

Os anos passavam, o número de seminaristas só aumentava e, em 1962, é inaugurada a nova sede do Seminário Arquidiocesano da Paraíba Imaculada Conceição, na colina São Rafael, bairro do Castelo Branco, onde, ainda hoje, sedia este “recanto genuíno do saber e de virtudes”.